segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Construindo...


2009 foi um ano de construção.

Muita teoria aprendida e reaprendida.

A prática foi um prazer e continuará a ter seguimento no dia 5 do ano novo.


O fim de muita coisa que não quero de volta.

Rasgar o que tem de ser rasgado para me libertar ainda mais.
Não me arrependo de cada fragmento que destruí.
A vida é o que eu quiser quando eu quiser.
Tem a cor,a dimensão e o título que Eu lhe der.
Precisamente porque é minha, e está em meu comando.

Não tenho que me justificar a ninguém,não devo desculpas a alguém.
Porque Eu assim quero e assim sinto.
A minha individualidade foi eu que a escolhi.

Sinto-me bem porque sei que o que dou recebo em dobro, em triplo e muito mais.
Consegui este ano realizar os meus objectivos diários fazendo deste ano uma ponte para iniciar a «horas» as minhas realizações.
E...não há segredos para agir.

Adiar a vida e a mudança é um inimigo para a felicidade.

O desapego só se consegue com humildade,perseverança e vontade de arriscar.
Neste mundo há lugar para todos.

Há oportunidades para construir uma vida dentro de outra vida,sendo essa a sua própria,há direito á escolha,para deixar de sofrer por vezes é preciso fazer o que o desconhecido traz consigo.
A vida só por ela já é tudo o que há no seu melhor.
E por isso Sou feliz!
Porque sei que o resto vem e quando vem é a cereja em cima do bolo de chocolate e nata acompanhado com o cházinho de camomila...hummmmmmmm.
Vou deixar aqui algo que escrevi em fase de mudança interior,mudança exterior.

Hoje tenho o meu espaço e o meu espaço dentro de mim e espaço para as pessoas que me acompanham nesta caminhada simples que é ser feliz porque tenho o melhor: a vida,as pessoas,a saúde,o amor,a paz, a alegria e até a tristeza que é um alerta positivo para apenas perspectivar a felicidade.
Não conhecia nada quando decidi experimentar viver com alegria escolhendo o melhor para mim,no inicio confesso que sofri muito em 2007/2008 que passou com muita instabilidade e desespero,com medo de solidão mas ainda bem que me enganei ou melhor ainda bem que sempre fui ignorante pensando que não, que aquilo que sabia da vida chegava e não sei nada,prefiro estar sempre a ser ignorante.

Muito Obrigada a todos!
Meus queridos e fabulosos Pais(obrigada Pai por sempre me incentivares na música,não está esquecida) e familia especialmente á minha Tia -Avó Soledade(por me incentivar a viajar sozinha),amigos especialmente ao Fernando ( pintar é a melhor cura )e ao Paulo (pelas tuas palavras maduras de irmão), á minha querida Patricia(chorei tanto no teu colo e rimos tanto juntas) e ao Guru Arnaldo apesar da distância,á cruz vermelha porque o que dou recebo muito mais em troca e pela oportunidade de poder ajudar quem precisa,ser voluntária permitiu-me conhecer pessoas maravilhosas que sofrem e tem sempre um sorriso a dar,não há melhor força),colegas de curso á Tânia,ao Pedro e ao Jorge,colegas de trabalho,Dr.João Paulo,DrªCatarina,Dr.Vitor e ao Dr.Coutinho pela coragem,pelo amor,pela amizade que me deram e dão incondicionalmente,pelo exemplo e referência que me dão,todos os dias do ano.

Sobretudo obrigada por acreditarem sempre em mim.
Desejo-vos a TODOS o melhor do Mundo e da Vida.

2010 seja um ano tão ou melhor que possível!!

Um abraço apertadinho:-)


I


Entraram no meu Poema

disfarçados de versos

contidos em palavras

são a voz que oiço e atendo


Inspiração e Mito do Ego

defensores dos meus julgamentos

subjectivando a minha cura sem perdão

apontando flechas ao infinito


Cansei de ser o fardo de uma pena

o depósito das frustações alheias

o ombro das tristezas

incompreendida e esquecida


quero libertar-me desse jogo

prender-me ás minhas humildes ideias

Ser a personagem da minha própria pessoa

Ser Pessoa,Andrade,Sophia Mello,Virginia,Oscar,Morrison


Actuar no meu mundo

Ser a minha gramática

Sem sentença que me condene

reencontrar-me com o meu verdadeiro papel neste palco


Ver os mistérios de mim própria

deslizar na caneta

quimicalizar os sentimentos

destribuindo água aos que morrem á sede


Não quero deixar o papel

vazio sem letras

cujo tempo perdeu em cima da mesa poeirenta

que ardeu


não quero ser o vaso vazio

as flores mortas

cujo tempo deu o nome de

Esquecimento...


escrito por mim,Sónia Costa

5 comentários:

magui&pipa disse...

sónia tudo de bom para ti.continua a lutar por tudo o que queres atingir.tenho a certeza que consegues.admiro a tua força. que 2010 seja um ano de muitas realizações. gostava muito de tar contigo. não queria contar-te por aqui, mas não resisto: 2010 vai-me trazer o mair presente de sempre, o joão. nasce finais de fevereiro e quer muito conhecer a tia sónia. muitos beijinhos,paz&amor e tudo de bom para ti. magui

magui&pipa disse...

bom bom seria o pianinho e a tua voz. beijinhos nossos e muito bom ano

Anónimo disse...

Gostei muito do que lí! Fico muito feliz por ti. 2010 vai ser um bom ano! Jaime

Anónimo disse...

olá sónia! que bom saber-te bem. espero que a vida te continue a trazer o que precisas e mereces. um beijo de bom ano. maf*

eduardo disse...

Amiga, és um ser humano maravilhoso.
Tenho pena que me tivesses largado a mão, pois nunca te fiz mal, a menos que involuntariamente.
O teu sorriso fará sempre parte dos dias mais felizes da minha vida.
Ainda que de outra forma, continuo a amar-te.

Um beijo no coração minha querida Sonida.